DESTAQUE DA SEMANA PDF Imprimir E-mail
Seg, 22 de Dezembro de 2014 00:00

No Clássico “A Christmas Carol” (Um conto de Natal, na versão portuguesa) Charles Dickens convida o leitor a fazer um balanço de seus atos passados e presentes como forma de projetar o futuro, tendo como crivo a consciência, não para confirmar esse futuro, mas para não perder a oportunidade de muda-lo para melhor.

Passamos o ano analisando nas entrelinhas da “semana passada” as causas dos problemas que enfrentamos e das oportunidades que podemos explorar “nesta semana”. Assim, as mais de cinquenta edições do nosso Clipping Semanal de Mineração foram, a exemplo dos diálogos do personagem de Dickens com os com os espíritos do passado e do presente (os “GhostsofthePastandPresentChristmas”.), um convite à mudança, visando um futuro diferente do esperado, um futuro melhor.

Assim, nesta última edição do ano, não faremos análises das matérias publicadas, não faremos hoje nenhuma reflexão mais sobre o passado, deixando para o presente a oportunidade de compartilhar com todos os nossos leitores uma reflexão propositiva que nos fortaleça a esperança e capacidade de construirmos um futuro melhor.

 

 

Agradecendo apoio de nossos leitores, amigos e colaboradores por mais um ano,Desejamos a todos um FELIZ NATAL e um ANO NOVO de muita Paz, Amor, Saúde e Fraternidade.

São os votos da equipe AD HOC CONSULTORES ASSOCIADOS LTDA 

 
DESMATAMENTO PREJUDICA METAS PARA CONTER MUDANÇA CLIMÁTICA, MOSTRA RELATÓRIO PDF Imprimir E-mail
Ter, 09 de Dezembro de 2014 00:00

Por Por Chris Arsenault | Reuters 

ROMA (Thomson Reuters Foundation) - Minas, plantações de óleo de palma, grandes fazendas e projetos de mineração estão contribuindo para um ritmo alarmante na destruição das florestas, revelou um novo relatório, atrapalhando os esforços para conter o aquecimento global.

Imagens de satélite indicam que mais de 30 mil hectares de florestas são destruídos diariamente, afirmou o relatório “Protegendo Florestas, Protegendo Direitos”, lançado no Peru nesta segunda-feira por uma coalizão de grupos ativistas durante as conversas internacionais da cúpula climática da Organização das Nações Unidas (ONU).

Leia mais...
 
ROBÔ DA NASA EM MARTE ENCONTRA INDÍCIO DE LAGO EM LOCAL DE POUSO PDF Imprimir E-mail
Ter, 09 de Dezembro de 2014 00:00

Por Por Irene Klotz | Reuters 

CABO CANAVERAL, Estados Unidos (Reuters) - Bilhões de anos atrás, um lago preenchia a cratera de 154 quilômetros de largura sendo explorada pelo Curiosity, o robô da Agência Espacial dos Estados Unidos (Nasa, na sigla em inglês) que vaga por Marte, fortalecendo os indícios de que o planeta mais parecido com a Terra no sistema solar foi adequado para a vida microbiana, disseram cientistas nesta segunda-feira.

Leia mais...
 
DISTORÇÕES BRASILEIRAS: AMANHÃ TERÁ UMA AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE O IMPACTO DO USO DA ÁGUA PELA MINERAÇÃO PDF Imprimir E-mail
Ter, 09 de Dezembro de 2014 00:00

Nesta terça às 14 horas a Comissão dos Direitos Humanos fará uma audiência pública para ouvir as lideranças sobre a escassez de água causada pela mineração.  O senador  João Capiberibe diz que o consumo de água pela irrigação agrícola, indústria e mineração é cinco vezes maior do que o usado no abastecimento público.

Leia mais...
 
SUÉCIA: MAIS UMA VÍTIMA DA GUERRA DO MINÉRIO DE FERRO PDF Imprimir E-mail
Ter, 09 de Dezembro de 2014 00:00

A Suécia é o sétimo país do mundo quando se fala em PIB per capita. Sua população de menos de 10 milhões de habitantes tem poucas desigualdades sociais com um dos melhores IDH do planeta. Mas, graças a queda de preço do minério de ferro, essa situação privilegiada começa a mudar.

O país tem no minério de ferro um dos mais importantes itens da sua economia. Minas como a giganteKiruna, onde o minério de ferro é lavrado a mais de 2.000m de profundidade,  sempre foram referência na mineração mundial. Infelizmente, algumas minas suecas, com custos mais elevados já estão entrando em falência.

Leia mais...
 
“SIMANDOU: VALE, SOB PRESSÃO, CEDE E PODE TENTAR UM ACORDO COM A RIO TINTO PDF Imprimir E-mail
Ter, 09 de Dezembro de 2014 00:00

O caso Simandou, que já causou bilhões de dólares de prejuízos para a Vale, ainda não terminou. Cinquenta por cento do projeto de minério de ferro Simandou, na Guiné, foi tomado da Rio Tinto em condições fraudulentas, detonando um dos grandes escândalos da mineração recente.

A história do envolvimento da Vale narrada pela mídia e nos tribunais é, no mínimo, estranha e cheia de possíveis inferências…

Leia mais...
 
VALE FIRMA ACORDO COM MITSUI PARA VENDA DE 15% DA VALE MOÇAMBIQUE PDF Imprimir E-mail
Ter, 09 de Dezembro de 2014 00:00

Por Beth Moreira | Estadão Conteúdo 

A Vale informa que firmou acordo de investimento com a Mitsui &Co.,Ltd. para venda de 15% da participação na Vale Moçambique (VM) - proprietária de 95% da mina de Moatize - e 50% da participação de 70% da Vale no Corredor Logístico de Nacala (CLN) - por US$ 450 milhões. Em comunicado ao mercado, a mineradora brasileira detalha que após a conclusão da transação, que envolverá aumento de capital e transferência parcial da dívida contraída por Moatize e pelo CLN junto à Vale, a Vale passará a deter indiretamente 81% da mina de Moatize e aproximadamente 35% do CLN, compartilhando o controle com a Mitsui. Segundo a empresa, a transação está sujeita a algumas condições precedentes, mas sua conclusão está prevista para 2015.

Leia mais...
 
MITSUI DEVE COMPRAR ATIVO DA VALE PDF Imprimir E-mail
Seg, 08 de Dezembro de 2014 00:00

Por Francisco Góes | Do Rio

A Vale está na reta final de negociações para anunciar, em 17 de dezembro, no Rio, o acordo de venda de parte de sua atividade de carvão em Moçambique, na África, integrada por mina, ferrovia e porto. O mercado aposta que o principal candidato à compra é a trading japonesa Mitsui. Há estimativas de que a Vale pode levantar até US$ 2 bilhões com a transação. O jornal japonês "Nikkei" noticiou que a Mitsui planeja investir US$ 1,24 bilhão no negócio.

Leia mais...
 
VALE NEGOCIA COM "UM POTENCIAL INVESTIDOR" ATIVOS DE CARVÃO EM MOÇAMBIQUE PDF Imprimir E-mail
Seg, 08 de Dezembro de 2014 00:00

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A mineradora Vale afirmou nesta sexta-feira que negocia com "um potencial investidor" uma parcela de seus ativos de mina e logística de carvão em Moçambique, segundo comunicado esclarecendo notícias publicadas recentemente.

Na quinta-feira, duas fontes próximas das discussões afirmaram à Reuters que a trading de commodities japonesa Mitsui &Co está em negociações com a Vale para comprar uma fatia do projeto de carvão de Moatize.

Leia mais...
 
BANK OFAMERICA REBAIXA VALE E BTG PACTUAL ELEVA FIBRIA E SER EDUCACIONAL PDF Imprimir E-mail
Seg, 08 de Dezembro de 2014 00:00

Por Camila Maia e Daniela Meibak | De São Paulo

O Bank ofAmerica (BofA) rebaixou a recomendação para as ações da Vale para neutra e cortou o preço-alvo das ações para R$ 25,50. Ao mesmo tempo, o preço-alvo das ADRs, recibos de ações negociados na bolsa de Nova York, caiu para US$ 9,50.

Segundo o relatório do banco americano, há incertezas relacionadas aos preços do minério de ferro, que justificam as mudanças nas recomendações.

Leia mais...
 
ALTA NOS PREÇOS DEVE SER GRADUAL, DIZEM ANALISTAS PDF Imprimir E-mail
Seg, 08 de Dezembro de 2014 00:00

Por Do Rio- Valor

A parceria da Vale na área de carvão com um sócio estratégico, possivelmente a japonesa Mitsui, levou mais tempo do que a mineradora brasileira imaginava. A previsão inicial da Vale era fechar o acordo em meados deste ano. Mas as más condições do mercado de carvão tornaram mais difíceis, para a Vale, capturar o valor pretendido na transação. Agora um acordo é esperado para o dia 17. Ao confirmarem a compra de uma fatia da atividade de carvão da Vale, os japoneses vão entrar no negócio com visão de longo prazo.

Leia mais...
 
VLI TEM PLANO DE INVESTIR R$ 9 BI E DOBRAR CAPACIDADE PDF Imprimir E-mail
Seg, 08 de Dezembro de 2014 00:00

Por Fábio Pupo e Ivo Ribeiro | De São Paulo

 

A Valor da Logística Integrada (VLI), empresa criada em 2010 que "herdou" os ativos logísticos da mineradora Vale, completou sua capitalização e agora dedica as atenções à estruturação operacional do negócio. Estão previstos R$ 9 bilhões de investimentos até 2018, entre capital próprio e financiamento, para dobrar a capacidade de movimentação do sistema. Paralelamente ao plano, a empresa negocia a devolução de trechos de ferrovia à União e já se prepara para atuar no novo modelo de operação ferroviária criado pelo governo Dilma Rousseff.

Leia mais...
 
IMPORTAÇÃO DE MINÉRIO DE FERRO PELA CHINA TEM 2º MENOR VOLUME DO ANO PDF Imprimir E-mail
Seg, 08 de Dezembro de 2014 00:00

Reuters 

XANGAI (Reuters) - As importações chinesas de minério de ferro caíram para o segundo menor volume do ano, mostraram dados de novembro divulgados nesta segunda-feira, com siderúrgicas e comerciantes no maior consumidor do mundo segurando os negócios na expectativas de mais quedas de preços.

Os embarques para a China deslizaram 15,1 por cento, para 67,4 milhões de toneladas no mês passado, ante outubro, e caíram 13,4 por cento sobre novembro de 2013, de acordo com dados divulgados pela Administração Geral das Alfândegas.

O volume importado foi o menor desde as 61,2 milhões de toneladas de fevereiro.

O total das importações em 11 meses ainda aumentou 13,4 por cento, para 846 milhões de toneladas, na comparação com o mesmo período anterior.

A desaceleração do crescimento econômico na China atingiu a demanda de uma série de commodities, incluindo minério de ferro e aço.

Os preços do minério de ferro têm sido atingidos também por um aumento da oferta da Austrália e Brasil, os dois maiores fornecedores do mundo.

"Enquanto algumas siderúrgicas construíram estoques em outubro com os preços caindo, grandes comerciantes têm amplamente cortado suas compras, especialmente porque eles não vêem qualquer melhoria nos preços em um mercado bem abastecido", disse o analista Jin Tao, da GuotaiJunan Futures, em Xangai.

Os preços spot do minério de ferro caíram 11 por cento em novembro e perderam 47 por cento de seu valor no ano, em um mercado com excesso de oferta.

(Reportagem de Richard Pullin)